A creação


Que a grande presença do Eu Sou irradie luz, amor e muita energia a todos os seres do Universo. Mesmo para as criaturas pertencentes ao time dos que não desejam obter a força diretamente da fonte original, preferindo roubá-la dos humanos.

Vivemos como se nada mais sério em nossa lida espiritual estivesse a acontecer. Mas, temos a consciência do turbilhão de conflitos, dúvidas e questionamentos internos a nos acompanharem por toda a manifestação na 3D (vida terrena).

A sensação a nos abarcar é a de incompletude, de vazio ou de impotência perante os mistérios da existência em todos os níveis. O que nos ilude são os prazeres terrenos, a família, os (supostos) amigos, o trabalho, o futebol, etc. Assim, passamos pela 3D sem muita dificuldade, porém, incompletos; e continuamos assim em outras dimensões.

Que a humanidade entenda o quanto está conectada aos dois lados: luz e trevas, em constante conflito. E como os humanos são subjugados por seres determinados a escravizar, sugar energias, deprimir a mente humana, iludir as emoções, etc.

Que a Grande Mente Cósmica ative em nossas células dimensionais o propósito divino das nossas realizações em toda a vida e nos possibilite entender os sagrados mecanismos dinâmicos da essência, em forma de existência, e das nossas verdadeiras conexões e centelhas creacionais.

Que o Grande Creador do Universo acenda em nós a vontade de questionar e de se inquietar com o sofrimento, com a tristeza, com a fraqueza, com as ilusões, com os medos, com as culpas, com os flagelos; para, desses aprisionamentos, nos libertarmos por todo o eterno agora.

A maioria das pessoas não está preparada para acordar e, por isso, não está disposta a recobrar os sentidos espirituais. Entretanto, é importante dizer que estamos imersos num oceano de ilusões, recheado de perigos suficientes para nos manter escravizados mental e espiritualmente por milhões de anos terrestres. Infelizmente, temos sido joguetes; infelizmente.

Autor: Gesiel Albuquerque

Obs.: segundo o filósofo Huberto Rohden(1893- 1981), creação, originalmente do latim, significa a manifestação da essência em forma de existência. Já o termo criação, uma variante de creação, quer dizer a transição de uma existência para outra existência

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Esclarecimentos enviados por Rodrigo Romo

Rodrigo Romo é uma farsa

Anjos, deuses e equívocos