Postagens

Mostrando postagens de Novembro 30, 2010

A obsessão espiritual 1

A humanidade convive com conflitos existenciais e dúvidas difíceis, ou impossíveis, de serem solucionadas. Cada um de nós se pergunta, ou já deve ter se perguntado, sobre o que está fazendo na Terra, de onde veio e para onde vai. Ninguém pode dizer que possui a resposta. Alguém poderá até falar algo para lhe servir de consolo, mas tal consolo não significará a resposta geral e verdadeira para todos.

Um dos nossos maiores medos, certamente, é o de morrer, pois não se sabe o que nos espera do outro lado; e se, ao menos, há o outro lado. O fato é: em busca das respostas, sempre nos envolvemos com ordens ou assumimos pactos, conscientes ou inconscientemente, tentando nos proteger desse mar revolto e desconhecido chamado existência.

Por causa da assunção de pactos, nos comprometemos com seres e fraternidades nada preocupadas com a liberdade dos humanos. Pelo contrário, elas querem manter a todos na incapacidade de explorar o seu "oceano existencial" para não descobrirmos outras for…

A obsessão espiritual 2

Estou falando de um processo que leva milhões de anos terrestres para se concretizar e outros milhões para ser mantido. Quando desejamos sair desse contexto e partimos para a descoberta de outras realidades que nos façam mais felizes, os nossos “donos” se voltam contra nós de maneira absurdamente odiosa, querendo destruir todo e qualquer projeto ou conquistas pessoais. E nisso, eles são hábeis. Produzem sofrimento como ninguém.Dessa forma, se instala o conhecido “processo obsessivo”.

Quero dizer com tudo isso que a obsessão é muito mais do que uma simples influenciação espiritual ou ataques de outros seres rivais. Pasmem! As piores e mais graves obsessões se dão dentro da própria família (de sangue, ou não). Isto é, o seu maior inimigo nunca foi seu rival direto, mas sim, o seu melhor amigo ou irmão, ou pai, ou mãe, irmãos de fraternidades religiosas, ou até você mesmo em outras dimensões.

Dificilmente um rival ataca outro sem conhecer com clareza as as fraquezas do seu inimigo. Quem no…