Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

O Poder da Palavra

A palavra tem força. Isso, todos sabemos. O que pouca gente sabe, ou esquece, é que a palavra cura. Aliás, a palavra também adoece. Com base nesta constatação, precisamos saber usá-la para que ela não produza o mal.

Refiro-me à palavra dita e sentida, ou pronunciada simplesmente. Portanto, todo o cuidado é pouco em relação ao que proferimos. Através dela, emitimos energia de desejo, que pode ser negativo ou positivo, dependendo das nossas reais intenções. Mesmo aquilo que é falado de forma irônica ou "sem maldade" pode plasmar no universo forças para torná-lo realidade.


Muita gente gosta de esbravejar e outras estão viciadas em vocábulos de baixo calão. Se elas vissem a cor, a textura e as formas que saem da sua boca, delineadas pelo seu pensamento e sentimento, certamente refletiriam melhor antes de proferir coisas imundas. Mas a palavra tem a cor, a forma e o cheiro que existem em nós. Ou seja, ela só reflete aquilo que realmente pensamos e sentimos.


No entanto, e por milagre…

Astronautas: de onde veio a humanidade?

Imagem
As especulações sobre a origem da humanidade são constantes e nunca terminaram. Haja vista a enorme incógnita quanto às respostas que esclareçam como os seres vivos surgiram (ou vieram parar) neste planeta. 

A meu ver, as respostas estão (e sempre estiveram) aqui, bem perto de nós, bastando para isso, observar o planeta Terra e como ele se encontra no universo, girando em torno de si, e em torno da estrela maior, nos proporcionando condições de vida.

Não tenho a resposta para a pergunta: “De onde viemos?”. E ninguém tem. No entanto, minhas análises destoam completamente das explicações científicas (?) pueris que apontam o plâncton como nosso embrião ancestral, ou as cianobactérias sobreviventes aoholocausto do Oxigênio. Tais teorias são aceitas porque não existem outras mais pueris.

Em face dos meus estudos e observações a respeito do surgimento da humanidade, tenho convicção de que fomos trazidos para este planeta por uma casta estelar conhecida como “astronautas”. Sim, eles existem. Re…

O exercício do auto-perdão

Imagem
A existência é feita de ações que demonstram a nossa mobilidade dentro da dinâmica comportamental das consciências. Ainda que latentes, pois existimos, estamos a marcar presença naCreação, porque somos padrões pulsantes de energia e força universal.

Com as experiências adquiridas, mesmo inconscientemente, e devido aos contatos estabelecidos com as diferentes forças imanentes do universo, expressamos a nossa essência para nos apegarmos a algo ou alguém, no sentido de garantirmos a nossa sobrevivência. Tal processo é, digamos, o instinto de preservação internalizado em nós.

O mal e o bem, o certo ou errado são constructos humanizados de indivíduos-deuses que se preenchem destas "verdades" para se sentirem pertencentes a um ritmo de manifestação. As crenças formatam as nossas personalidades e sua materialização concretiza-se em nós antes mesmo de nascermos neste globo.

Precisamos das crenças para nos situarmos perante aObra da Creação. Porém, mal assimiladas, elas podem nos servir…

Bloqueios na Autoestima

A qualidade da sua autoestima vai se refletir em todos os aspectos da sua vida: relacionamentos amorosos, vida social, parte profissional e financeira. É importante entender melhor esse tema pois normalmente a autoestima é vista de uma forma superficial.
Autoestima tem a ver com o quanto você se ama e se aceita de forma incondicional. É algo mais profundo que vai além da aparência física e do que você tem materialmente. Por isso, é plenamente possível alguém ser completamente fora dos padrões de beleza, ter muito pouco materialmente, e ainda assim, ter uma autoestima muito elevada.
Entretanto, como a maioria tem bloqueios na autoestima, e isso significa falta de amor e aceitação por si mesmo em algum nível, acabamos por precisar da aparência, de coisas e de pessoas para nos sentirmos mais confiantes. Mais adiante eu vou explicar de onde vem esses bloqueios.
Quando alguém fala que melhorou a autoestima por que fez uma cirurgia, conseguiu um emprego novo, emagreceu, ou entrou e…

Todos têm a marca

Imagem
Ninguém neste planeta está sozinho, do ponto de vista espiritual. Isso parece óbvio, mas é mais profundo do que parece. Quando me refiro a não estar sozinho, falo sobre as conexões mais profundas com os seres e organizações nas quais fomos “fabricados”. Digamos, “cultivados”. Todos os humanos carregam uma marca, um selo, uma identificação em seus corpos astrais. E isto demonstra que a humanidade tem "dono". Serve também para demonstrar aos que por aqui chegarem, desavisadamente, ou aos selados que tentarem se insurgir, que neste universo, e nestas dimensões, existem controladores. Os que tentarem burlar as regras dos sistemas criados por eles receberão os piores castigos. Os selos gravados nos humanos é semelhante a um código de barras, ou a uma marca de gado. Sem esta marca, ninguém pode se manifestar neste mundo.
Só podemos nascer, crescer, casar, ter filhos, sofrer ou sentir alegria; comprar, vender, errar ou acertar; ou fazer qualquer outra coisa, se tivermos a permissão d…