sábado, 22 de janeiro de 2011

Candomblé X Umbanda

Diferenças entre Candomblé e Umbanda

Primeira:
O candomblé é uma religião iniciática que tem seus fundamentos nas religiões tribais africanas trazidas pelos escravos para o Brasil. A umbanda foi criada por volta de 1900 no Rio de Janeiro, onde o primeiro babá de terreiro criou as regras, ou foram ditas por seus guias.

Segunda:
Antigamente, na religião africana, existia uma separação entre o culto de Egun e o culto de orixá, que eram bem definidos. Os locais de culto eram independentes e separados.

Terceira:
Os orixás no Candomblé não se comunicam diretamente com a assistência. Para que a esta possa saber alguma coisa para melhorar sua vida, precisa falar com o babalorixá, que consultará os búzios.

Quarta:
Na Umbanda, a assistência pode consultar as entidades diretamente, sem precisar do jogo de Búzios, uma vez que as entidades podem utilizar o corpo do médium para se comunicar.

Quinta:
No Candomblé, quando os médiuns se preparam para incorporar, dançam num círculo em movimento, rodopiando seus corpos ao som dos atabaques e outros instrumentos.

Sexta:
Na Umbanda, o médium fica parado, acompanhando por palmas os pontos cantados e esperando o momento exato para a incorporação dos orixás ou das entidades. Para os médiuns novatos, a mãe ou pai de santo “puxa" a linha dos orixás fazendo o sinal da cruz em sua testa e trazendo os orixás para o médium que ainda não tem experiência suficiente para incorporar, sozinho, o orixá, possa trabalhar.

Sétima:
Outro fator importante é o advento das cores, bem diferentes entre o Candomblé e a Umbanda

Oitava:
A música também é bem diferente no Candomblé, e vai depender a qual ela pertence. Na Umbanda, os cânticos são todos cantados em português. As roupas são brancas e o uso das cores fica reservado para os pais e mães de santo, em dias de festa ou em homenagem no terreiro.

Nona:
No Candomblé, os médiuns devem usar roupas brancas somente ou com uma fita vermelha presa a sua cintura. A assistência deve sempre ir a um terreiro de roupas claras, deixando a escura para as giras de exus (Ainda assim muitos terreiros orientam aos freqüentadores a usar a roupa branca).

Décima:
Na Umbanda, o branco significa proximidade com a clareza, paz de espírito e abertura de seu corpo para as coisas boas, uma vez que o preto significa luto – corpo fechado.

Com adaptações
Fonte:http://www.sobresites.com/candomble/artigo2.htm
Imagem copiada de: http://ocandomble.wordpress.com/2009/07/14/candomble-e-umbanda/

Homem mau


Centenas de animais vivem aprisionados em terraço de Bangkok. Zoológico amontoa animais nos dois últimos andares de um edifício comercial dedicado à venda de roupas e aparelhos eletrônicos

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/meioambiente/centenas+de+animais+vivem+aprisionados+em+terraco+de+bangkok/n1237965057753.html#0