sábado, 19 de fevereiro de 2011

Não desanimes!


Quando as sombras te atingirem impiedosamente, chamando-te para com elas ir, pense na beleza do mar sob o Sol, com suas ondas que vêm e voltam, e sempre voltam. Quando a noite parecer mais longa do que devia ser em teus sonhos, instrua-te com as estrelas a emitirem suas luzes há milhares de anos, mesmo não existindo mais.

Ao passares por vales escuros e frios, sentindo medo do que está por vir, confia naquele que te criou e inspirou a vida das tuas células, para que pudesses sentir a manifestação da essência por toda a criação. Não desanimes, estou contigo! Tua vida não é de mais ninguém além de ti, somente tua. Cuida dela!

A caminhada é longa e, por isso, não se deve parar. Mas tenho uma notícia boa para ti. Deus está contigo, e sempre esteve. Os portais estão abertos, esperando a tua chegada para que, do altar das vitórias, possas dizer: eu venci porque caminhei sem cessar; fui mordido por cães selvagens, atacado por bestas-feras e quase dizimado; mas não desisti da jornada difícil a mim indicada.

O deserto assusta, mas, mesmo nele, existem oásis verdejantes e propícios ao teu descanso e alimentação. A obra da criação não transcorre à revelia do seu mentor, tudo está onde devia estar: a sabedoria está à tua frente, ao teu lado e dentro de ti.

A criação significa a manifestação da sabedoria que habita em todos os entes do universo. Nada é criado sem o poder sábio do seu idealizador. Somos todos uns nos outros, perpassando e se interpassando pela difusão da grande energia divina.

Canalização: Gesiel Albuquerque