Medo


Quem tem medo vive sobressaltado. Quem confia em si mesmo vive em paz. Quem tem medo sabe quais são seus inimigos e o principal deles é a sua insegurança interior, produto do medo de não ser aceito, de ser criticado ou de ser julgado pelos outros. Os outros têm suas opiniões, recalcadas ou não, e produzem desastres emocionais severos nos inseguros.
Procure ver, enxergar com os olhos do seu espírito o porquê de seu medo. Trabalhe-o. Talvez seu maior medo seja o medo de não ser amado, de não ser acolhido pelos que te são caros.
Se você não for aceito por aqueles que ama, eles não são merecedores do seu amor, pois na verdade não te amam, somente precisam de você para ser a muleta que necessitam. E o amor não é isso.
Quanta ilusão e quanta desilusão.
Encontre dentro de si seu amor próprio e a partir dele delineie sua postura perante aqueles que julga amar. Amar é doação, é troca, é carinho recíproco. Amor só de um lado, imposto, é egoísmo, o oposto do amor.
Pense nisso. Trabalhe seus medos. Ponha no lugar o amor, que liberta e traz paz, equilíbrio e harmonia.
Eu vos abençoo.

Autor: Sananda

Disponível em: http://portaldesananda.com.br/?p=3025

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rodrigo Romo é uma farsa

Esclarecimentos enviados por Rodrigo Romo

Anjos, deuses e equívocos