Céu e Terra: muitos mistérios.


“Há mais mistérios entre o céu e a Terra do que imagina a nossa vã filosofia”. Quando William Shakespeare pronunciou esse axioma, possivelmente não imaginava que estava a revelar uma profunda verdade a respeito da existência das coisas. Parafraseando-o, digo que há tantos mistérios entre o mundo astral e o mundo físico que jamais imaginamos uma faísca de explicação a respeito.

Atrevo-me a dar pistas sobre alguns mistérios ligados à natureza das coisas, às interrelações humanas e ao sofrimento sobre qual todos reclamam por passar.

Nossa dimensão existencial é chamada de 3D porque as leis que regem a manifestação física de cada criatura, são limitadas aos sentidos físicos. Alguns animais possuem tais sentidos completamente, como é o caso do homem; e outros os possuem muito superficialmente.

Essa barreira vibracional impede o homem de perceber o que está por detrás do véu e o que se encontra do outro lado do muro.

O problema é que não temos acesso ao que está por detrás desse muro, mas quem vive lá tem total acesso às nossas vidas; e pode nos influenciar ou atacar quando quiserem. Talvez seja assim porque o muro deles (conhecimento e tecnologia) é bem mais alto que o nosso.

Existem, por exemplo, nesses mundos uma legião de soldados voltados a fazer o mal contra quem lhes for indicado. Trata-se dos “demolidores”: entidades não-humanas que recebem ordens para destruir vidas, projetos, causas ou sonhos de terceiros, sem o menor remorso ou culpa.

Infelizmente, o alvo desses tenebrosos é o homem, devido à sua fragilidade mental, à baixíssima inteligência emocional e aos compromissos que assume e não cumpre.

Os humanos são vistos pelos alienígenas negativos como animais de laboratório. Assim como consideramos os bichos como seres instintivos e irracionais (e não são), os magos negros também nos veem dessa forma. Portanto, eles não nos respeitam porque nos acham inferiores demais. E, por isso, seus objetivos são apenas de nos escravizar.

Os demolidores são serviçais de magos negros (aliens e cientistas das trevas) provenientes de outros mundos, que executam a destruição das vítimas dos seus chefes. Esses demolidores são adestrados na prática do mal e cumprem a missão com rapidez, eficiência e precisão.

Na Terra, há muita gente influenciada por esses soldados malignos. Basta ver como certas pessoas passam por um verdadeiro processo de destruição em questão de meses. Na maioria dos casos, essas pessoas tinham pactos, acordos e contratos com os magos das trevas, e por alguma razão, passaram a ser desafetos dos seus antigos líderes.
Autor: Gesiel Albuquerque

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Esclarecimentos enviados por Rodrigo Romo

Rodrigo Romo é uma farsa

Anjos, deuses e equívocos