Ike furacão.



Matéria copiada do site: http://noticias.bol.uol.com.br/ciencia/2008/09/08/ult1809u16183.jhtm, em 08/09/2008.

Havana, 8 set (EFE).- O furacão "Ike" castiga hoje as províncias centrais e do leste de Cuba com rajadas de vento de até 261 km/h que causam grande destruição, embora tenha perdido força em sua passagem em direção a oeste.

"Ike" agora é classificado como um furacão de categoria dois na escala Saffir-Simpson, que vai até cinco.

Não há relatórios até agora sobre mortos e feridos pelo ciclone, que provocou a evacuação de mais de um milhão de cubanos e turistas estrangeiros para áreas seguras, segundo fontes oficiais.

Após entrar no final de domingo pela costa norte da província de Holguín, próximo de Punta Lucrecia, com categoria três, "Ike" passou por Tunas, e na manhã de hoje avança por Camagüey, arrasando todas as regiões do leste e centro da ilha, com ventos máximos sustentados de 165 km/h.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Esclarecimentos enviados por Rodrigo Romo

Rodrigo Romo é uma farsa

Anjos, deuses e equívocos